Search
  • Pedro Bianchi Prata

Baja TT Montes Alentejanos 2021 - Team Bianchi Prata em destaque


Gustavo Gaudêncio primeiro na TT1 e terceiro da geral

Pedro Bianchi Prata segundo entre os Veteranos

Jana Souza vence na classe senhoras



Teve lugar no passado fim de semana, em Beja, a primeira prova do nacional de Todo o Terreno 2021, com percurso muito rápido e com algum pó, os pilotos percorreram mais de 420 km em dois dias de competição, divididos em 5 troços cronometrados. No primeiro dia três especiais de 6km, 70km e 80km, já no segundo uma de 70km e outra de 80km.





Os pilotos oficiais do Team estiveram com um bom ritmo tentando lutar por lugares de pódio nas classes durante as mais 3h50min de prova.




Na classe TT2 o piloto da Jocel, Arcélio Couto terminou o primeiro dia de prova em 3º lugar, mas infelizmente devido a um problema técnico não arrancou para o segundo dia de prova.


No final da prova Arcélio Couto comentou: “Primeira prova do ano do CNTT. Primeiras especiais a correr bem com um 11 posto na Geral. Contudo no final do dia deparamo-nos com um problema na moto e decidimos não arriscar nas especiais seguintes. Fiquei de fora a ajudar toda a equipa. Obrigado a todo o staff do Team Bianchi Prata, os parabéns aos colegas de equipa pelos excelentes resultados. As melhoras aos pilotos que este fim de semana tiveram quedas.”



Arcélio Couto - Honda CRF450RX


Na classe TT2 Pedro Bianchi Prata, Rui “Panda” e Jana Souza aos comandos da CRF450RX estiveram na luta pelos lugares da frente até á ultima especial, nacional Bianchi Prata foi 2º nos Veteranos, Jana primeira entre senhoras e Rui Panda quarto entre os veteranos.


Após os mais de 420km de prova comentaram:


Pedro Bianchi Prata : “ Foi uma prova muito disputada e lutei até ao final, usei nesta prova a nova Honda CRF450RX 2021 que é espetacular, claro que ainda tenho de rodar mais na moto, pois as velocidades que atinge são muito elevadas e preciso de ganhar mais à-vontade, o objetivo é o campeonato e vou lutar por ele, a prova estava bem organizada e saldo é positivo, os meus parabéns á federação e á organização pois não é fácil organizar com todas as condicionantes do covid.."



Pedro Bianchi Prata - Honda CRF450RX


Jana Souza: ”Muito bom retomar as competições , e a primeira etapa do CNTT foi bem quente e com um terreno bem técnico com muito pó. Já no primeiro dia não consegui atacar nas especiais , porém só segundo dia vinha com bom ritmo porém um problema a mousse traseira me fez perder tempo no decorrer da prova, mesmo com todos os imprevistos consegui avançar até o final da última especial e encerrar minha participação na abertura do campeonato com saldo positivo levando a vitória ao team , agradeço a todo o staff pelo apoio impecável.”



Jana Souza - Honda CRF450RX



Rui Panda:”Após mais de um década em que “ usamos “

Sempre motas 250 cc a 4 tempos , este ano optamos pela a bela CRF450 RX preparada impecavelmente pela equipa !! As expectativas estavam altas , novo ano , prova nova e mota nova , mas tudo mudou nos últimos kms da SS2 , um engano no percurso , em que fizemos cerca de 5 kms enganados e outros 5 para recuperar o percurso com todos os riscos inerentes de andarmos em sentido contrário , éramos um grupo de 8 pilotos .. incrível esta falha da organização no melhor campeonato de tt da Europa !!

Portanto foi uma entrada de campeonato em falso no primeiro dia , estávamos em penúltimo da geral e último dos veteranos .... só tínhamos que esquecer e voltar ao ataque no segundo dia , assim o fizemos e tentamos tudo para honrar a equipa e os nossos patrocinadores , conseguimos um 4 lugar nos veteranos .. o objectivo era .. o Pódio , mas a pensar que perdemos mais de 15 minutos no primeiro dia podemos considerar uma meia vitória de objetivos , vamos voltar mais fortes na próxima baja de Loulé , a próxima do nacional de TT , obrigado a todos os patrocinadores por ajudarem neste sonho mais um ano , obrigado a todo o Staff da equipa , vocês são uma fábrica de fazer sonhos



Rui Panda - Honda CRF450RX



Na classe TT1 Gustavo Gaudêncio foi o piloto do Team da Honda em mais evidência, venceu a classe e foi terceiro da geral, liderando em varias especiais a geral, pois a pequena CRF250RX é muito rápida nas zonas mais técnicas e sinuosas.


No final o contente comentou:”Após 6anos e de muita saudade cá estamos novamente. Entramos muito bem na corrida, com surpresa e por não ter a mínima noção do ritmo que seria capaz de impor, fizemos 2a na geral no prólogo e sempre 1 na classe tt1, no SS2 houve um erro por parte da organização que me fez perder muito tempo mas reposto no final do dia, caindo alguns lugares nesse SS, porém, abstrai-me dessa situação e entrei motivado e rápido para SS3 da tarde. Dia 2 entramos com uma ideia de que podíamos lutar pelo 2 lugar da geral e foi uma luta gira e motivadora para toda a equipa, pelo que resumidamente, fomos 2 da geral em todos os SS sendo 3º apenas no SS1 do 1 dia como já referi, ditando 3º na geral e 1º na TT1. Quero agradecer pelo fato do Pedro acreditar sempre em mim, está sempre disposto a ajudar-me quer esteja eu parado 6, 9 ou mais anos. Equipa top, a mais dedicada e trabalhadora do Paddock sem dúvida. ✊👏”



Gustavo Gaudêncio - Honda CRF250RX


O Team Bianchi Prata também deu também assistência a mais 4 pilotos, todos estiveram em prova e com um excelente desempenho desportivo.



Nelson Silva foi forçado a desistir devido a uma queda quando seguia em 3º da geral entre os Quad´s: “Primeiras especiais correram dentro da normalidade visto que a minha experiência é muito pouca ou nada...segundo dia, com o ambiente bom no Paddock e palavras de ânimo, fui para SS4 que estava a correr muito bem quando ao alcançar o piloto que se encontrava na minha frente tentei andar no pó dele mas a 100m de acabar a especial tive um despiste que me obrigou a abandonar, obrigado ao staff do Team Bianchi Prata, e parabéns aos pilotos do team pelas classificações e pódios...”



Fabio Magalhães “Red” – 3º TT1 e 7º da Geral :”Alinhei nesta primeira prova do CNTT com o intuito de chegar ao fim apenas pois vinha de uma lesão grave há muito pouco tempo , contudo após o primeiro dia de prova senti que podia fazer um pouco mais que terminar apenas a prova chegando ao fim do dia no 6° posto na geral e 2° na classe o que me motivou bastante para o dia seguinte. No 2° dia entrei com vontade e queria mesmo manter o resultado do dia anterior e estava tudo a correr bem até aos últimos 50 km quando o azar bateu a porta e a minha mota ficou sem engrenar a quarta e sexta velocidades então fui perdendo bastante tempo para os meus rivais terminando assim em 3° TT1 e 7°GERAL .. Felicito todos os meus companheiros pelos seus resultados e todo o Team que esteve muito bem ... Obrigado 🙏”



Sergio Marcelino, após um primeiro dia bastante positivo, uma lesão antiga impediu o de partir para o segundo dia de prova:"Apesar do problema físico, que me impediu de alinhar no 2 dia de prova, foi excelente a participação com a equipa Bianchi Prata. Serviu como evolução, aprendizagem e sem dúvida como uma passagem para um nível muito mais avançado dentro da própria competição com esta estrutura. Agora é recuperar e voltar melhor"



Renato Mendes foi 8º TT1: “Primeira prova do CNTT 2021... Este ano aos comandos de uma Honda CRF 250RX. Nesta primeira prova fiz um prólogo cauteloso.. As especiais do primeiro dia correram me bem, consegui encaixar bem nos troços e senti-me bem e no final do dia terminei em 23 da geral e 8 da TT1.

No domingo não consegui sentir me à vontade, o andamento e o ritmo não saia, e quanto mais forçava o andamento mais errava e com esta falta de confiança perdi muito tempo, acabando em 23 da geral e 9 da TT1.. Contudo o resultado foi positivo e sinto me confiante para melhorar nas próximas corridas.



Com a próxima prova agendada nos dias 29 e 30 de Maio, em Loulé, o Team Bianchi Prata Honda, vai continuar o trabalho para lutar por melhores resultados. " Fim de semana longo e de muito trabalho, todo o staff esteve ao mais alto nível, e todas as motos se portaram muito bem, com alguns pequeno azares, mas as corridas são mesmo assim é bom ver que mais de 25% das motos na prova eram Honda´s, o que me deixa bastante contente, temos um campeonato muito longo pela frente e vamos continuar a trabalhar para que os resultados nas próximas provas, ainda sejam melhores. "




Texto: Team Bianchi Prata

Fotos: A2 comunicação / Team Bianchi Prata


Acompanhe o piloto no Facebook ou no Instagram

Saiba mais sobre a equipa em www.bianchiprata.com

3 views0 comments